Provérbios da letra A
A laranja, de manhã é ouro, de tarde é prata, e à noite mata
A noite é boa conselheira
À noite todos os gatos são pardos
A ocasião faz o ladrão
A palavra é de prata e o silêncio é de ouro
A pedra e a palavra, não se recolhe depois de deitada
A pescada de Janeiro, vale um carneiro
A pintura e a peleja, de longe se veja
A preguiça morreu de sede à beira da água
A pressa é inimiga da perfeição
Semelhante ao provérbio “Depressa e bem, não há quem”