Provérbios da letra A
À primeira, qualquer cai. À segunda cai quem quer
A quem tudo quer saber, nada se lhe diz
A rir se corrigem os costumes
A roupa suja lava-se em casa
A união faz a força
A vaidade é o espelho dos tolos
A valentia com os fracos, só cobardia revela
A verdade é como o azeite, vem sempre ao de cima
Abril frio e molhado, enche o celeiro e farta o gado
Abril molhado, sete vezes trovejado