Provérbios de Janeiro
Janeiro fora, cresce uma hora
Em Janeiro uma hora por inteiro e, quem bem olhar, hora e meia há-de achar
Em Janeiro, cada ovelha com seu cordeiro
Janeiro molhado, se não é bom para o pão, não é mau para o gado
Não há luar como o de Janeiro nem Amor como o primeiro
O Agosto será gaiteiro, se for bom o Janeiro
Dezembro com Junho ao desafio, traz Janeiro frio
Cava fundo em Novembro para plantares em Janeiro
A pescada de Janeiro, vale um carneiro
Em Janeiro sobe ao outeiro. Se vires verdejar, põe-te a chorar. Se vires nevar, põe-te a cantar